Morte

Uma nova morada, uma transferência, um aceite, enfim; vários nomes para uma viagem sem retorno.

Como aceitar esta transferência, como entender, como julgar ou fazer a viagem contraria. à  viagem, esta transferência de lugar. Ao visitar qualquer velório, familiar, ou não. Devemos fazer tal reflexão, referente a este acontecimento, ao qual todos fazem, ou vão fazer parte, algum dia? Hoje assistimos, amanha seremos assistidos, este acontecimento fez e faz parte, da raça humana. Não e exclusividade minha ou sua. Será representado em lugar no tempo, onde o Ator principal, poderá ser nos ou vos. Devemos nos reconhecer como parte integrante de uma comunidade, que está neste sistema, de passagem, onde o amanha, a acumulação, o preconceito, à desmoralização, ou moralização; não serão levados, dentro de um caixote de madeira. Onde este será a morada do corpo carnal, que será transformado em terra. Isto nos leva a seguinte reflexão: ‘A TERRA QUE HOJE PISO; AMANHA SERÁ MEU COBERTOR” Autor desconhecido. O nos leva à no mínimo; fazermos um bom plantio, sendo que em seguida, vira a colheita, num futuro próximo. Não adiantara reclamações por ocasião da colheita, culpando outras pessoas ou fazendo transferências de responsabilidades, como e habitual, à todos os seres humanos. Todos os atos praticados num passado distantes, são exclusivos do ser que ora praticou. Sendo desta forma responsável por tais atos praticados, não lhe dando credito à transferência de tais atos. Desta forma, cabe à nos seres humanos, nos respeitarmos e sermos cumpridores das normas estabelecidas, aceitando-as ou não. Somos todos irmãos, viemos do mesmo lugar. “TERRA”. João, não veio de Marte; Manuel, não veio de Júpiter; Antônio, não veio de Plutão; todo o surgimento, da raça humana, deu-se na Terra, nossa morada provisória, sendo que não pertencemos à este sistema; Simples! não ficaremos aqui por toda à vida. Pois haverá à transferência, viagem, da qual todos os seres humanos, irão participar, hoje ou amanhã; independentemente de: Cor, Raça, Religião, Posição social; que este ser humano, pertença ou foi reinserido. “PORTANTO À MORTE, FAZ PARTE DE NOSSA VIDA”.

Denunciar conteúdo

Tem algo a dizer? Esse é seu momento.

Se quer receber notificações de todos os novos comentários, deve entrar no Beevoz com o seu utilizador. Para isso deve estar registado.